Forum dedicado aos PBFs (Play By Forum) que consiste em jogar RPG via fóruns - Logo por Rafael Capella
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 The Dawn...

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Katsumi Liqueur
Meio Dragão
Meio Dragão
avatar

Número de Mensagens : 410
Idade : 29
Localização : Aqui! o/
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: The Dawn...   Seg Abr 27, 2009 11:23 pm

Todos ali haviam morrido. De verdade. Sem nenhuma perspectiva de retorno. Seja porque não havia ninguém para arrastar o cadáver até o clérigo mais próximo e pagar por uma ressurreição. Seja porque os companheiros pereceram na mesma batalha, sem restar um sequer para tentar reanimar os outros. Seja porque foram traídos, morreram como mártires ou, simplesmente, não acreditavam em ressurreição.

Que eles haviam morrido era um fato, nenhum deles chegava a duvidar disso, todos os contecimentos estavam muito vívidos em suas mentes. Cravados na memória, certificando novos pesadelos. Talvez até estivessem em um deles quando acordaram em um local estranho.

Estarem vivos, por si só, era de se estranhar. Mas, além disso, estavam cercados de pessoas desconhecidas. O local em que estavam era um quarto simples de madeira. E embora de decoração singela, só havia camas e pequenas cômodas lado a lado, o aposento era enorme. Oito camas dispostas de um lado, seis na parede oposta. A única porta estava no lado com menos camas, assim como as janelas que iluminavam aquele aposento com uma forte luz solar. “É metade do dia”, alguns julgaram automaticamente pela claridade.

Eles estavam deitados lado a lado e alguns de seus pertences jaziam na pequenina cômoda ao lado da cama em que até pouco tempo estavam dormindo. Havia um feiticeiro no grupo, e seu familiar, uma coruja, estava empoleirado ao pé de sua cama. Só havia um outro animal no quarto, um cachorro de montaria celestial que estava deitado numa das camas, acordado, com o olhar fixo no grupo masculino que se encontrava ali. Atrás dele, nas duas camas do canto, duas mulheres estavam deitadas. Depois do cachorro, o homem com a coruja jazia, seguido por um meio-elfo, um aparente guerreiro, um homem de proporções gigantescas e um homem que, mesmo acabando de acordar, possuía uma expressão terrivelmente séria.

No quarto só havia mais uma presença e, talvez, ela fosse a mais estranha de todas. Numa cadeira colocada ao lado da porta, estava sentada uma mulher que, aparentemente, dormia, seu cabelo era de um branco leitoso e os pêlos de suas quatro enormes orelhas animalescas tinham o mesmo tom. Ela estava vestida com uma espécie de capa espessa e felpuda, mesmo naquele calor. Um cajado estava repousando em seu colo e, se alguém se dignasse a olhar, seus pés eram no formato de cascos de cavalo.

O silêncio permanecia, mas havia muitas dúvidas na cabeça de cada um deles, logo, alguém o quebraria...



OFF: Img da guria na parte de imgs, a última. A ordem na cama: NPC, Falk, o cão, Randur, Pehdrah, Léo, Camilo e Inacim.

_________________
ESTOU SEM COMPUTADOR E COM A CASA EM OBRA, POR ISSO A DEMORA. ¬¬'

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bane Reaver
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 275
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Seg Abr 27, 2009 11:45 pm

Mas como!? Eu morri em combate! - O guerreiro olhava para todos com uma expressão assutada, confusa. Tentava etender o que aconteceu.

Qual de você me trouxe aqui? Onde estamos?

Se levantou,seu corpo era forte e sua expressão de repente pareceu mais aliviada. Começava a pensar que havia sido ressucitado, embora não tivesse certeza.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sherikhan
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 156
Idade : 31
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Ter Abr 28, 2009 7:40 am

Aquilo tudo era muito estranho para Cirok, ele lembra muito bem de ter tido a garganta cortada pelo maldito Lich. Será essa uma segunda chance dada ele por Kelemvor? Só podia ser, ele não via outra possibilidade, ELE lhe deu uma outra chance de fazer as coisas as certas, desta vez ele não falharia.
Cirok se levanta e vai até a comoda próxima a sua cama e pega seus pertences e após fazer isso ele encara todos com seu olhar sério e frio.
-Me chamo Cirok, pertenço a elite cleriga do Deus da Morte Kelemvor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Randur
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 352
Idade : 31
Localização : Rio de Janeiro, Realengo
Data de inscrição : 16/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Ter Abr 28, 2009 2:03 pm

Deftz desperta com as vozes ds outros, e senta na cama como se pensasse ainda estar em perigo. Então ele olha à sua volta e pergunta como que para ele mesmo:

-Eu...estou vivo?!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Falk
Deus Dragão
Deus Dragão
avatar

Número de Mensagens : 1207
Interesses : Assistir animes, Jogar RPG, Ouvir Metal e Digitar Histórias
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Ter Abr 28, 2009 2:56 pm

Penelope continuava sua busca pelo conhecimento da verdade, que acreditava ela, estar escondida por detrás de cada sinal, cada delírio, nada aparecia em sua mente por acaso. Toda noite dormia na esperança de descobrir mais uma pista desse quebra cabeças demente, sangue, dor e desespero já eram comuns durante sua hora de descanso, desta vez, seu pesadelo tomou um nível de realidade nunca visto... Ela nunca havia chegado a morrer durante estes pesadelos, sempre despertava antes, mas dessa vez por mais que tentasse acordar não conseguia, como se estivesse presa à realidade, "como"?, isto não poderia ser questionado a nenhum momento: eram reais! E dessa vez investigava uma catedral abandonada e sombria, escritas indecifráveis em uma parede, que tomaram conta de quase todo aquele sonho, derrepente o barulho de ranger, e a porta de entrada se fecha, batidas fortes de cada janela se fechando sozinhas, uma a uma. Derrepente o escuro, o desespero, e como se fossem literalmente fios de esperanças, pedaços de fio de cobre saiam do chão, com um brilho tênue acobreado, deixando o lugar na penumbra, os fios se enroscam em seus membros, impossibilitando-a de fugir, gritos de desespero eram bradados, mas sons não saiam, apenas se ouvia o sons de zunidos vindo daqueles fios que se mechiam feito cobra antes de dar o bote. Os fios começam a penetrar sua carne aos poucos, percorrendo as veias de seu corpo, uma dor absurda, nada podia fazer enquanto via aquilo acontecer, o sangue minava pelos buracos largos que aqueles fios fizeram, e lentamente eles foram se emaranhando dentro do torso da mulher, o gosto ferroso subia a garganta, e a dor forte no peito tornou-se tão insuportável que sentia que iria desmaiar, talvez isso fosse o sinal de que iria levantar na cama daquela estalagem, era melhor não resistir, e deixar os sentidos irem.
__________________________________________________________________________________________________

Penelope se põe sentada na cama bruscamente, olhos arregalados, narinas dilatadas, seus braços trêmulos que seguravam seus joelhos, vão indo lentamente até os seus cabelos, durante este tempo, seu olhar circulou por todo aquele lugar, onde estava? Quem eram aquelas pessoas? Principalmente aquela com cascos no lugar de pés?! Suas mãos chegam aos cabelos, que ela puxa com força, e derrepente abre um sorriso largo e doentio, e com a voz de quem prende o riso ela diz:

- Hahaha... O sonho... Hahah... Não acabou... Sinais... Onde estão os sinais?

Seus olhos pousaram sobre a proteção que usava nos combates do seu mundo dos sonhos, um escudo de mitral, porque só aquilo estava ali? Alem de suas roupas e armaduras que já vestia? Ela deita levemente a cabeça sobre um dos seus ombros e encara o escudo dizendo:

- O escudo... É a Chave! Sim... Esse sinal eu captei!

Ela pega o escudo bruscamente e joga-o contra o próprio peito, abraçando-o com força enquanto dizia em alto e bom som para as pessoas que estavam ali, com um semblante pirado:

- Ninguem vai tira-lo de mim! Esta é a chave! Um enigma está ligado a ele! Eu sei!

Ela sorriu largamente e abaixou a cabeça, deixando seus cabelos esconderem sua face, risos eram ouvidos, mas tenuemente eles vão ficando melancólicos, e derrepente a mulher estava entregue aos prantos, dizendo como uma garotinha com medo do escuro:

- Sneils... Cadê você?

A mulher estava tão abalada que parece não ter ouvido uma palavra sequer que os outros ali presentes disseram

_________________


Última edição por Falk em Ter Abr 28, 2009 3:59 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Correções ortográficas)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://lizardslairrpg.forumeiros.com
pehdrah
Kobold
Kobold


Número de Mensagens : 23
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Ter Abr 28, 2009 10:35 pm

O Bardo meio-elfo abre os olhos um pouco confuso, e começa a falar:

Eu morri? Se eu morri onde estão os fantasmas e anjos dos contos?

Ele para por um tempo, vê que ele consegue sentir seu corpo, vê que há outras pessoas ali. Ele fala olhando para seu corpo apesar de falar alto para querer que todos escutem.

Bem, se eu morri e vim pra cá, definitivamente eu não cheguei no paraíso.

Ele começa a tatear o local ainda um pouco perdido a procura de seu violão.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Camilo
Meio Dragão
Meio Dragão
avatar

Número de Mensagens : 485
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Ter Abr 28, 2009 11:45 pm

OFF: e o meu bixinho?
_____________________________________________________


Albert levanta-se e fica sentado na cama enquanto analiza o local aonde está. Após alguns segundos observando tudo, ele ouve o que os outros diziam e tira sua conclusão. Ele se levanta para ver melhor que tipo de pessoas haviam ali. Todos ali pareciam estar na mesma situação, o que significa que seria perda de tempo tentar obter alguma informação com eles. Ele então fala com uma voz forte e ecoante:

- Me parece que todos aqui estam na mesma situação, exceto por aquela criatura.

Ele aponta para a garota sentada perto da porta. Como ele só tivera contatos com humanos, qualquer coisa que se distanciasse muito disso era conciderado uma criatura.

- Por que não a acordamos para tirar nossas dúvidas?

Analizando a aparência ele acredita que ela tenha um certo nível de inteligência.

Feito isso ele pega seus pertences na cômoda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sherikhan
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 156
Idade : 31
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 12:31 am

Parecia que todos estavam na mesma situação que Cirok se encontrava,era estranho pra ele porque não entendia que desígnios o Deus da Morte poderia dar a eles, mas Cirok sabia qual era o dele,pelo menos era isso o que ele pensava.
Parecia que todos se encontravam tão surpresos com a súbita ressurreição que tiveram que ignoraram Cirok.
Ele repara em uma mulher que não falava coisa com coisa e agarrava seu escudo balbuciando coisas sem sentido, um guerreiro que morreu em batalha como ele mesmo dizia e um outro homem que tirou conclusões óbvias mas Cirok não acreditava que uma criatura como aquela teria algo a ver com tudo isso. Quanto aos outros dentro daquele quarto não chamaram muita a atenção de Cirok.
Cirok caminha até ficar próximo ao homem que dizia que deveriam acordar aquele ser estranho e tirar informações dela e diz: Não acredito que ela seja a responsável de estarmos aqui, talvez seja melhor esperar ela acordar!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bane Reaver
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 275
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 1:32 am

Todos morremos, entretanto estamos aqui, inteiros! Acho que devemos interromper o sono dela sim, nobre Cirok.

O guerreiro checou suas seus equipamentos, só havia perdido sua mochila, menos mal.

A propósito, me chamo Vanh, sou guerreiro de Águas Profundas, a Cidade dos Esplendores.

Prendeu as armas na armadura e se aproximou de Cirok e do homem que inicialmente sugeriu acordar a mulher.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Randur
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 352
Idade : 31
Localização : Rio de Janeiro, Realengo
Data de inscrição : 16/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 10:29 am

-Ozzy, você está aqui também!

Deftz acaricia sua coruja, Ozzy. Ozzy era uma coruja da neve, de penas predominantemente brancas e com pequenas pintas pretas, vinda da terra natal de Deftz: Broncos, a cidadezinha gelada.

Deftz escuta a conversa. Então se põe de pé e argumenta:

-Esperem...para mim parece óbvio que nós não estamos mortos. Talvez tenhamos sido salvos e trazidos para cá para nos recuperarmos...embora eu admita que é uma estranha coincidência estarmos todos com essa dúvida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sherikhan
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 156
Idade : 31
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 10:43 am

Cirok cumprimenta Vanh e diz : Você por acaso já viu algo parecido com ela? Creio que não...o que eu quero dizer é devemos ter cautela antes de tudo,todos estamos abalados e a procura de alguma explicação.....vamos ver pelo menos o que o restante tem a dizer sobre isso.
Então um outro homem toma parte da conversa e diz parecer óbvio que não estão mortos e de alguma maneira foram salvos. Cirok não acreditava nisso, ele lembrava muito bem de ter a garganta cortada pela criatura.

Rapaz, eu lembro muito bem de ter morrido,isso não é algo que se imagina....alguém ou alguma coisa nos trouxe de volta por algum motivo, nos resta saber qual?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Falk
Deus Dragão
Deus Dragão
avatar

Número de Mensagens : 1207
Interesses : Assistir animes, Jogar RPG, Ouvir Metal e Digitar Histórias
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 11:15 am

Penelope interrompe seu pranto subtamente, arregala levemente os olhos, parecia ter se ocorrido de algo

- Sinais, sim... Devo interpreta-los...

Ela então funga, e enxuga os olhos com força, logo após ela pisa de leve no chão para ver se ele era firme, já cansou de encarar pesadelos que o chão sugava ela ou desmoronasse, ao confirmar sua firmeza, ela se põe de pé, respira fundo parecendo estar tentando se controlar, e depois começa a colocar seu escudo no braço esquerdo, enquanto dizia:

- Todos morremos, certo? Então devemos estar em algum plano divino...

Penelope não tinha certeza se havia realmente morrido dormindo ou aquilo era mais uma sequencia de pesadelos, devia confirmar em que plano de existência ela estava, então ela procura uma janela, para olhar o lado de fora e tentar conseguir alguma pista de onde estava, afinal havia gastado um bom tempo estudando sobre os planos

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://lizardslairrpg.forumeiros.com
Randur
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 352
Idade : 31
Localização : Rio de Janeiro, Realengo
Data de inscrição : 16/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 1:28 pm

Deftz encara a garota por alguns segundos e responde:

-Plano divino?

Deftz procura por janelas ou portas para abrir e olhar o que havia do lado de fora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Falk
Deus Dragão
Deus Dragão
avatar

Número de Mensagens : 1207
Interesses : Assistir animes, Jogar RPG, Ouvir Metal e Digitar Histórias
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 1:55 pm

Penelope procurava por janela naquele lugar, seus olhos estava levemente arregalados, e ela responde ao rapaz falando extremamente rápido:

- Técnicamente a alma dos mortais se dirige a um dos planos tendenciais quando o seu corpo físico morre, isso varia de acordo com a divindade cultuada, e a personalidade do indíviduo... Sim! Eu poderia dizer que são divinos! Afinal foram criados pelos próprios deuses...

Penelope prende o riso sem motivo que queria soltar naquele momento e completa:

- Se a minha tese for correta, todos nós devemos ter pontos de personalidade em comum, pois a parte de culto ao um deus está descartada

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://lizardslairrpg.forumeiros.com
Sherikhan
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 156
Idade : 31
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 3:24 pm

A jovem que antes falava coisas sem sentido toma parte da conversa e diz que todos deveriam estar em algum plano divino, ela explica seu ponto de vista...o que não convence Cirok...eles deveriam ter pontos em comum para estarem no mesmo plano...

Acredite mocinha, eu não tenho nada em comum com nenhum de vocês!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ireth Shag
Kobold
Kobold
avatar

Número de Mensagens : 17
Data de inscrição : 28/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 7:16 pm

Ireth estava acordada, escutando o que todos falavam de olhos fechados. Havia algo de muito errado, certo? Primeiro: não podia sentir a presença de Vieh. Segundo: não reconhecia nenhuma daquelas vozes. Terceiro: ela lembrava muito bem de ter suas entranhas dilaceradas por aquele Corruptor.

Pelo que escutou, todos haviam aparentemente morrido. Todavia, eles não pareciam ser de lugares próximos,então, porque estariam ali reunidos. A garota mencionara um plano divino, isso não fazia muito sentido.

- Obad-Hai não é esse tipo de Deus... - Falou mais pra si mesma que qualquer outra coisa. A druida resolver sentar-se na cama e colocar faces nas vozes. Seu olhar também observou a "criatura". - Uhn, nunca vi alguém assim...

Olhou curiosa para o cachorro deitado na cama, mas logo o deixou de lado. Levantou-se e começou a vestir sua armadura e colocar seus itens.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Katsumi Liqueur
Meio Dragão
Meio Dragão
avatar

Número de Mensagens : 410
Idade : 29
Localização : Aqui! o/
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 7:45 pm

OFF: *NÃO* zoem a imagem, xD Ela com legendas: https://2img.net/h/i292.photobucket.com/albums/mm18/katsu_liq/teste_legendado.jpg (E o muro é menor do que está aí, xDDD)




As janelas na parede oposta revelavam um pouco mais do local em que estavam, mas nada que responderia as perguntas deles. O cômodo em que estavam dava diretamente para um local aberto, não havia corredores ou salas interligadas ali, apenas vários aposentos contruídos lado a lado. Uns metros adiante deles, a parede lateral de outro comodo podia ser visto e mais além, árvores e uma espécie de pequeno lago. Os muros de pedra que circulavam o lugar onde estavam eram extremamente altos, nenhum deles podia ver o que estava além. Na parte central daquela "fortaleza" uma grande construção se erguia e, pelo ângulo em que estavam, ela tinha pelo menos duas portas. O chão do local era coberto por uma grama baixa, tendo um caminho de terra batida ligando as construções. Por fim, ao olhar para o alto, podiam notar um sol ligeiramente mais vermelho do que conheciam, viessem de que mundo que fosse, nenhum sol tinha tal coloração.

_________________
ESTOU SEM COMPUTADOR E COM A CASA EM OBRA, POR ISSO A DEMORA. ¬¬'

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
pehdrah
Kobold
Kobold


Número de Mensagens : 23
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 8:06 pm

Após um curto instante de tempo, ele encontra seu violão. Sussurra algo para si mesmo, e se levanta de um salto

Senhoras e senhores, antes que eu comece a minha canção, eu quero que escutem um nome que é ecoado em basicamente todo o local!

Interessantemente ele fala dando acordes soantes no seu violão.

Das terras do norte, indo ao sul. Das terras do leste, indo a oeste. O único rumo é o céu azul. Spare Hosendan é o nome deste. Cuja arte está sempre em teste.

Ele diz em voz alta para chamar a atenção de todos.

Nobres amigos mortos, o que nos resta a fazer além de descobrir que lugar é esse?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Falk
Deus Dragão
Deus Dragão
avatar

Número de Mensagens : 1207
Interesses : Assistir animes, Jogar RPG, Ouvir Metal e Digitar Histórias
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 8:30 pm

Penelope finalmente encontra uma janela, e antes de abri-la ela toca-a de leve e afasta a mão rápido, como se tivesse temor que ali haveria uma armadilha, seus olhos paranóicos examinavam a janela de ponta a ponta, e após certificar-se que mais fios de cobre não sairiam dali, ela dá um empurrão abrindo a janela de uma vez.
Ela ainda ouvia o que diziam do lado de dentro, alias prestava bastante atenção, tudo poderia se voltar contra ela. A barda olha para a grama, as árvores, o lago, os muros cercando as redondezas, tentou encontrar qualquer animal que pudesse denunciar em que plano estavam, e por fim observou o sol avermelhado, ela observou-o boquiaberta e aparentemente aérea por uns instantes, mas logo desviou o olhar pela luz incomodar sua visão, e abrindo um sorriso largo e louco enquanto fitava o chão ela balbulciou meio que cantarolando com uma voz angelical

- Até o sol está ensanguentado neste mundo alienado...

Ela então volta a olhar para o Sol inclinando sua cabeça para o lado novamente e balbuciou em canto, dessa vez um pouco mais alto:

- Diga-me belo sol rubro, será que o nome deste lugar eu descubro?!

CONHECIMENTO PLANOS +13 (Para saber se ela está em algum dos planos)
Falk efetuou 1 lançamento(s) de dados D20 (Imagem não informada.) :
3

Ela vira-se subtamente para os demais, dessa vez ficando com um semblante mais são e sério, e responde áqueles que falaram, ela encara Cirok e diz um pouco sarcásticamente

- Acredite "mocinho" se acordamos todos juntos neste alojamento após tecnicamente termos morrido, nós devemos SIM ter algo em comum...

Logo após ela encara Ireth, falava sobre Obad-hai, sabia que ele era o deus da natureza, porém não conhecia muito mais sobre ele, aquilo fazia dela uma daquelas ambientalistas, a jovem fixou isso na memória, já conseguira a primeira informação sobre alguem ali, e de alguma forma tentava encaixar isso com as demais informações.
Quando ela tentou balbuciar mais alguma coisa sem sentido, sua atenção foi roubada pelo menestrel que já puxou um violão sabe-se lá de onde e pos-se a cantar em apresentação. No meio da música ela sorriu debilmente e disse para si mesma:

- Sim... O primeiro ponto em comum... Mais um músico... As duas primeiras peças já foram encaixadas!

Ao término da apresentação do músico, ela se aproxima a passos lentos dele, dizendo com um sorriso doentio:

- De onde vens Spare Hosendan? Por acaso também seguiu uma trupe de artistas quando mais novo?

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://lizardslairrpg.forumeiros.com
Camilo
Meio Dragão
Meio Dragão
avatar

Número de Mensagens : 485
Idade : 29
Localização : Rio de Janeiro
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 10:16 pm

Albert, que está mais preocupado em saber oque aconteceu do que a conhecer esses estranhos, vai até a "criatura" e tenta acordá-la.

- Olá! Está acordada?

Ele fala isso de frente para ela a cerca de dois metros de distância, de pé à sua frente com os seus largos braços cruzados e os olhos apertados.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Katsumi Liqueur
Meio Dragão
Meio Dragão
avatar

Número de Mensagens : 410
Idade : 29
Localização : Aqui! o/
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qua Abr 29, 2009 11:23 pm

Penelope vasculhou sua mente a procura de alguma informação útil. E, embora soubesse muito, acabou não descobrindo nada, talvez não houvesse nada para se descobrir. Ou, quem sabe, estivesse muito agitada para se concentrar totalmente e lembrar de algo relevante.

OFF: Depois de algumas "horas" em on pode tentar outra vez.
_________________________________________________________________________________________


A mulher abre os olhos e os fixa em Albert, ficou claro pela sua atitude tranquila que ela estava acordada pelo menos por um tempo, pois não se sobressaltou com a pergunta.

- Olá. Lógico que estou. - Ela respondeu com um suave sorriso, sua voz era baixa e ela falava de maneira lenta, como se mastigando cada palavra. Ela sabia que ele tinha dúvidas, perguntas, mas permaneceu em silêncio esperando que ele as tornasse audíveis. A mulher virou-se para o cachorro e o chamou para junto dela, voltando a observar Albert de uma maneira quase desconcertante.

_________________
ESTOU SEM COMPUTADOR E COM A CASA EM OBRA, POR ISSO A DEMORA. ¬¬'

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bane Reaver
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 275
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qui Abr 30, 2009 12:27 pm

Vanh cumprimeitou Cirok, então foi surpreedido pela estranha mulher.

Se aproximou dela e olhou bem seu rosto.

Lembro que eu havia morrido, e parece que os outros também, por que estamos aqui?? Que lugar é esse??

Provavelmente era a pergunta que todos se faziam naquele momento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Katsumi Liqueur
Meio Dragão
Meio Dragão
avatar

Número de Mensagens : 410
Idade : 29
Localização : Aqui! o/
Data de inscrição : 21/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qui Abr 30, 2009 2:08 pm


- Essas duas perguntas que você me fez... - O olhar dela se voltou para Vahn. - Não tenho as respostas.

A mulher se levantou, deixando seu cajado tocar no chão.

- Mas vou tentar explicar um pouco. - Seu pé batia de leve no chão, o som que o movimento fazia era seco. - Sim, todos vocês morreram. E, não, ninguém os trouxe de volta a vida. Bem, pelo menos, não aparentemente. A questão é: "alguém", uma entidade maior, uma divindade, poderia ter feito isso, mas ninguém nesse mundo poderia afirmar que é isso que acontece.

Soltou um leve suspiro, seu pé continuava a bater no chão de forma contínua. A mulher percorreu o resto do quarto apenascom seus olhos, observando cada um.

- Esse é um mundo estranho. Sem dúvida. Todos as pessoas que estão aqui... - Ela lança um rápido olhar enviesado na direção de Albert. - Inclusive as criatura como eu... Bem, todos daqui ou morreram em outro lugar, outro plano, talvez. Ou são descendentes dos que morreram. Dizem que é possível "sair" daqui, voltar ao seu lugar de origem... Nunca conheci ninguém que tenha conseguido.




OFF: Sorry pela msk gay, xD

_________________
ESTOU SEM COMPUTADOR E COM A CASA EM OBRA, POR ISSO A DEMORA. ¬¬'

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Randur
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 352
Idade : 31
Localização : Rio de Janeiro, Realengo
Data de inscrição : 16/12/2008

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qui Abr 30, 2009 2:16 pm

Deftz leva seu familiar até a janela e fala com ele em um idioma fantasmagórico que só os dois compreendem.

-Voe alto e me conte o que você avistar.

Enquanto espera e ouve a conversa dos outros, Deftz veste seu manto cinzento e as outras coisas que estavam na cômoda perto da cama onde ele despertou.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sherikhan
T-Rex
T-Rex
avatar

Número de Mensagens : 156
Idade : 31
Data de inscrição : 22/04/2009

MensagemAssunto: Re: The Dawn...   Qui Abr 30, 2009 2:38 pm

Cirok presta muita atenção no que a criatura diz....havia uma maneira dele sair daquele plano estranho e voltar ao seu de origem e assim ele poderia acertar suas contas com aquele maldito lich...era só nisso que ele pensava...isso era um sinal de Kelemvor, seu Deus...uma segunda chance de fazer as coisas certas.
-E então, como saímos daqui? O que devemos fazer?
Diz Cirok num tom impaciente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: The Dawn...   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
The Dawn...
Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» ZERO: Dawn of The Lunar Eclipse
» WEEK 3 [WW] Avril Lavigne - Coleção 2015 da Abbey Dawn
» Uma pequena ideia do cenário da guerra de Dawn Island(feito em video, no minecraft, pelo narrador herfesto o/ )
» Após a recuperação de ferimentos - Treino de Dawn e Sebastian

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Lizard's Lair RPG :: Play By Forum :: PBFs :: Outlanders - D&D-
Ir para: