Forum dedicado aos PBFs (Play By Forum) que consiste em jogar RPG via fóruns - Logo por Rafael Capella
 
InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )

Ir em baixo 
AutorMensagem
Black_k
Rei Dragão
Rei Dragão
avatar

Número de Mensagens : 461
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )   Qui Dez 18, 2008 6:24 pm

Aki vai ficar a ficha de cada jogador e de seus respectivos pokemons. Serah atualizada a medida que novos pokemons forem capturados!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Black_k
Rei Dragão
Rei Dragão
avatar

Número de Mensagens : 461
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )   Qui Dez 18, 2008 6:27 pm

Nome: Yagami Hana
Jogador: Falk
Idade: 16 Anos
Sexo: Feminino
Atributos:
Físicos: -
Sociais: OOO
Mentais: OOO
Qualidades: Pokemon Raro (Falante), Empatia com Noturnos e Fantasmas,
Defeitos: Integridade Deficiente 1Pt, Muito Fraco, Assombrado

> Mochila
> MP3
> Kit de desenho
> Kit de maquiagem e esmalte preto
> Itens críticos (escova de dentes, saco de dormir, sabonete e etc)
> Remédios



POKEMONS

Ficha do Pokemon :

Nome: Boss
Especie: Houndour
Tipo: Noturno e Fogo
Nível: 5
Treinador: O Gótico que já morreu
Personalidade:
> É um pokemon extremamente autocrata, dando ordens a todos como se ele fosse superior
> Tem dificuldade em lidar com sentimentos, por isso ele repudia qualquer gesto de carinho ou afeição
> É extremamente paranóico, muito dificilmente confia em alguem e a qualquer momento acha que alguem possa fazer mal a Hana
> É sádico, gosta de ver a dor e o sofrimento das demais pessoas, como se todas as pessoas do mundo fossem como o assassino que matou seu treinador
> Quer fazer de Hana imagem e espelho dele mesmo
> É um pokemon Hedonista e Niilista
> Seu verdadeiro sentimento, é um apego ao nada, uma falta de esperanças, algo do tipo "cansei, sabe?", não uma depressão ou melancolia, apenas um descaso, um luto pela situação da humanidade





Atributos:
Força – OO/O
Precisão – OO
Velocidade – OO/O
Vigor – OOO
Ataque Especial – O

HP: 9 ( pontos de vida )
PP: 3 ( pontos de poder )

Habilidades:
- Ember/Brasa ( fogo )
dano = ataque especial
- Leer/Emcarar ( normal )
diminui o vigor do oponente em - 1 devido ao medo
- Bite/Mordida ( escuro )
dano = força


HISTÓRIA:
Hana nasceu com uma doença pulmonar e muita fragilidade imunológica, então desde pequena sua vida foi longas temporadas em hospitais e trancada em seu quarto, já que por recomendação dos médicos devia manter repouso absoluto, sendo filha única e tendo pais superprotetores seu isolamento era grave. O passatempo da garota era navegar pela internet e tentar conhecer o máximo do mundo lá fora que não podia ver com seus próprios olhos e foi assim que ela conheceu o goticismo, que ela achou um belo estilo, desde então, toda vez que saia de casa, seja para ir no hospital ou para comprar roupas, ela fazia maquiagens pesadas e sombrias, assim como se vestia toda de preto, isso assustava a todos em Pallet e seus familiares, assim como ouvia músicas góticas no computador, todos achavam que ela estava ficando depressiva por causa do isolamento, mas não era isso que acontecia. Alem do estilo de se vestir ela começou a fazer vários desenhos, retratando casas sombrias, vampiros, fantasma e a noite, quando seus pais viram aqueles desenhos se preocuparam mais ainda, mas ainda assim ela não se sentia triste. Foi quando ela começou a ter pesadelos e a ver assombrações, eram gritos no meio da madrugada e noites que dormia embaixo da cama, isso foi a gota d'agua para que seus pais achassem que ela estava sofrendo de disturbios psicológicos.
Foi arrastada para psicologos, psiquiatras e obrigada a tomar remédios de tarja preta que a deixava com sono o dia todo, mas as visões daquela assombração ainda a atormentava, ela não acreditava que precisava tomar nenhum daqueles remédios, gostava do goticismo e não era depressiva, porque seus pais não entendiam isso? Se havia um motivo para ela ficar triste eram eles.
Certo dia, não aguentando mais a sonolencia que aqueles remédios psiquiatricos causavam ela se recusou a toma-los, em seu primeiro ato de rebeldia, ela discutiu feio com os seus pais que tentaram dar o remédio a ela à força, nisso então ela correu para seu quarto e se trancou, muito furiosa e não aguentando mais aquela situação, ela se produziu toda e contra as recomendações do médico, ela saiu a noite, com um caderno de desenho em mãos e um lápis, queria desenhar algo que visse ao vivo, ela procurou pela cidade, um lugar que pudesse desenhar que fosse bem sinistro, e chegou até o cemitério local, onde ela sentou em uma lápide e começou a desenhar, só que a noite estava fria e suas tosses iam ficando cada vez mais constantes, até que ela começou a tossir sangue e ficar tonta, sua pele estava gelada e ela não tinha forças para voltar para casa, foi quando ela sentiu algo quente ao seu lado, quando olhou era uma fogueira, tinha surgido ali do nada? Devia ser mais uma assombração! Olhando melhor, ela viu o contorno de um cachorro ao longe, quando ele foi se aproximando a fogueira iluminou para que ela pudesse vê-lo, era um pokemon, um Houndour, ele tinha uma cara de mal encarado e começou a fareja-la, Hana estava caindo de medo, podia ser uma assombração, no final o cachorro olhou bem para sua cara e surpreendentemente falou:

- Ei garota, vai ficar aí tremendo e me encarando até quando?
- Vo-você fala?

O pokemon balançou a cabeça negativamente e virou as costas se afastando, Hana estava fraca e não conseguiu segui-lo então ela apenas disse com a voz tremula

- E-espere! Posso desenhar você?

O Cachorro parou e olhou Hana com pouco caso dizendo:

- O que vou ganhar com isso?

Hana havia levado um lanche para lá, era um sanduiche de carne, ela puxou de sua mochila, tirou o papel alumínio e estendeu para o cachorro, a barriga dele logo roncou e ele arrancou da mão da garota e começou a comer vorazmente, enquanto ele comia Hana aproveitou para desenha-lo, o fogo que aquele cachorro tinha feito estava fazendo seu corpo se aquecer e melhorar dos efeitos da friagem, ao terminar de comer, o cachorro ficou olhando para Hana, seu olhar parecia enxergar dentro da alma dela, ele então disse ríspido

- E então garota, porque se veste assim?
- Bem... Eu vi na internet uma garota vestida assim, achei tão bonita que resolvi fazer igual, sabe... essas coisas sombrias são muito belas, coisa como vampiros, casas mal assombradas e cachorros com caveira na cara que cospem fogo! xD
- Garota modista! Nem sabe o que é ser uma gótica de verdade!
- Não me diga que eu tenho que sugar sangue... xD
- Argh!

O cachorro virou as costas e foi embora, Hana havia ficado com um belo desenho dele e resolveu ir para casa, já tinha conseguido espairecer.
Os dias se passaram e Hana pesquisou na internet sobre pokemons, acabou descobrindo que aquele pokemon que viu no cemitério era um Houndour, um pokemon noturno, foi pesquisando ainda mais e descobriu sobre os pokemons fantasmas, descobriu que eles muitas vezes assombravam as pessoas por diversão, devia ser um pokemon que estava assombrando-a, conforme ia lendo páginas de internet sobre pokemons noturnos e fantasmas ia ficando cada vez mais interessada neles, eram tão sombrios e belos... Foi aí que começou sua vontade de ser tornar uma especialista em pokemons noturnos e fantasmas... Pela internet aprendeu muita coisa sobre eles. Ela comunicou a seus pais sua vontade de viajar como uma treinadora pokemon, mas seus pais simplesmente proibiram ela, pelas recomendações dos médicos ela tinha que manter repouso absoluto e uma vida de treinadora pokemon era praticamente impossível para ela, ela ficou zangada na hora... Mas após refletir em seu quarto chegou a conclusão de que eles estavam certos...
Sua valvula de escape então foram suas idas escondidas ao cemitério, onde se encontrava com o Houndour, dava comida para ele e desenhava-o, com os meses ela foi quebrando o gelo com aquele pokemon distante, e descobrindo um pouco sobre ele. Ele costumava ser o pokemon principal de um jovem e promissor treinador de pokemons noturnos que costumava se vestir como Hana, ele tambem era um treinador de pokemons de habilidades extremas, conseguindo ensinar seus pokemons até a falar... Mas ele foi assassinado um tempo atrás em um assalto, o rapaz estava enterrado naquele cemitério, por isso Houndour não saia dali... Houndour tinha raiva dos humanos, mas sempre que perguntava porque ele ficava ali horas conversando com ela, ele ia embora... Hana começou a desconfiar que ele estava vendo seu antigo treinador na aparencia de Hana.
Certo dia após retornar do cemitério onde se encontrava com Houndour, ela ouviu alguem batendo na sacada de sua janela, assim que a abriu Houndour entrou no quarto e disse:

- Anda garota, chegou o dia de perseguir seu sonho... Pega tudo de util que conseguir juntar e vamos!
- A-ahn? Como assim? O meu médico disse que...
- Mande o médico se danar! Prefere viver por um longo tempo e presa neste quarto ou viver pouco, porem intensamente viajando pelo mundo e realizando seu sonho? Pense bem, essa pode ser sua única chance, e eu não vou ficar insistindo

Hana ficou chocada, nunca tinha pensado dessa maneira, realmente valia a pena ficar vivendo em cativeiro? Provavelmente se viajasse pelo mundo não iria viver por muito tempo mas... Ela olhou determinada para o Houndour e disse:

- Tudo bem, e-eu vou Houndour!
- Não me chame mais assim! A partir de agora me chame de Boss-sama!
- Ahn?? 0.0
- Isso mesmo! Não pense que serei seu pokemon, serei seu chefe, e vou te ensinar tudo sobre esse mundo e o mais importante... Como se proteger das pessoas... Vamos! Não tenho o dia todo!

Ela Rapidamente juntou algumas roupas, remédios, uns itens criticos e saiu, fugindo pela sacada com Houndour... Ela sentiu uma adrenalina que nunca tinha sentido antes, o que estava fazendo era uma loucura e seus pais iam dar um troço, mas precisava fazer isso por ela mesma, estava na hora de ver o mundo com os próprios olhos.
Teve muita dificuldade em viajar, afinal tinha um corpo frágil e sedentário, mas o boss exigia o maximo dela, mesmo que ela tossice sangue ou perdesse as forças nas pernas

- Ande! Não tente usar sua doença como pretexto para o corpo mole! Vamos andar até o próximo centro pokemon
- Mas são mais de 15km!! T.T

No primeiro dia tiveram que parar antes de chegar ao centro pokemon, porque Hana simplesmente não conseguia mais andar, e estava tossindo sangue novamente... Aquecida pela fogueira de Houndour, ela disse para quebrar o silencio

- Diga, Boss-sama... Porque está fazendo isso por mim?
- Estou fazendo isso mais por mim do que por você... O passado sempre atacará o presente com as dores de suas lembranças, então notei que viver apenas no passado é viver apenas de dor...

A primeira noite se passou e mais uma vez Hana foi assolada pela aquela assombração, mas dessa vez era diferente, ela estava com o Boss, e ele iria defende-la, ele se mostrou na forma de um grande vulto, por mais que se sentisse segura com o Boss, ela ainda ficava abalada com aquilo, muito seguro o Boss disse:

- Isso é um Gastly... Um pokemon fantasma, então é essa a assombração que você falou? Tch! Compre uma pokebola e capture ele de uma vez, se ele te segue assim é porque gosta muito de você...
- Então você gosta de mim Boss-sama? ^^
- Grr! Cale-se!

Desde aquele dia, Hana ficou determinada a capturar aquele Gastly que assolava ela, afinal era um pokemon fantasma... E de algum modo, mesmo ficando apavorada quando aquelas assombrações começavam, ela gostava do método dele, nesse dia ela enfrentou seu medo, sentou-se perante a assombração e desenhou-a, mesmo que toda hora ela ficasse dando petelecos no lápis

- Haja Borracha! -.-


No dia seguinte chegaram na cidade, estava cansada como nunca, afinal em momento algum em sua vida precisou andar tanto, ela então disse animada:

- Yosh! Agora vou comprar algumas pokebolas para capturar pokemons fantasmas e noturnos!
- Antes disso você precisa aprender uma coisa...

O Boss fez menção as pessoas que passavam na rua, e disse sério:

- Pessoas... Desconfie de todas, todas mesmo! Está vendo aquela criança? Então, não se deixe levar por sua aparencia, ela pode matar você! Então não confie em ninguem e faça mal as pessoas antes que elas façam a você!
- Então... Boss-sama, porque você confia em mim?
- Não faça perguntas desnecessárias! Veja como todos te olham, eles desejam o mal a você... Então faça o mal a elas antes que façam a você!

O Boss olhou para a criança que olhava assustada para Hana, correu em sua direção e deu um encontrão nela, a criança se ralou toda no chão e começou a chorar, nisso os habitantes da cidade cercaram Hana e Boss, e começaram a dizer

- Ei sua Bruxa!! Tome conta de seu pokemon! Olha o que ela fez à criança!
- Eu não sou o pokemon dela! Ela é minha pupila!
- O pokemon dela fala!!! o.o Linchem-na só pode ser uma bruxa!!

Hana arregalou os dois olhos, nunca tinha lidado com hostilidade antes e estava cercada, o Boss cuspiu fogo no primeiro que tentou pegar uma pedra e saiu incendiando todo mundo, Hana apenas ficou paralizada no meio daquele fogo cruzado, e no final todos sairam correndo, gritando:

- È um monstro! Chamem a polícia!!
- Vamos embora pupila, já fizemos nosso papel aqui!
- E eu nem comprei minhas pokebolas... T.T

Sairam da cidade como fugitivos e quando já estavam em uma distancia segura, Hana disse caindo sentada no chão:

- Mas porque você fez aquilo?!
- Não viu como te olhavam? Iam fazer isso com você de uma maneira ou outra, apenas os puni antes que fizessem...
- -.-"

E então Hana e Boss continuaram sua viagem, rumo a outra cidade, a garota estava começando a ficar com medo que em toda cidade que passassem fosse ser assim tambem, já estava imaginando a manchete na tv "Bruxa, ataca as cidade com seu Houndour! Todo perigo é pouco!", seus pais iam ter um pirepaque!

PARTICULARIDADES (Hana)

> Apesar de gostar do goticismo, não segue o esteriotipo de que todos são tristes, apesar de sua aparencia mórbida ela é uma pessoa animada
> Sua doença limita muito suas ações do dia-a-dia, de tempo em tempo ela precisa tomar remédios para que não fique pior, seus sintomas podem ser febre, cansaço, falta de ar, tosses com sangramento e tonteira
> Começou tarde sua jornada pokemon, ela tem 16 anos, porem aparenta ter 14 pelo seu corpo mirrado
> Era uma pessoa extremamente conformista porem está superando isso
> Hana sabe que uma hora ou outra seu estado pode piorar e ela pode acabar morrendo, isso pode ser daqui a 1 dia ou 10 anos, por isso ela vive cada momento como se fosse o ultimo (pois ela sabe que uma hora pode acertar), ela não é necessariamente irresponsável, mas não gosta de perder motivos para se divertir e apreciar as belezas do mundo, tem preferencias por prazeres individuais e imediatos
> Apesar de ter tido uma vida inteira de sedentarismo, ela tem uma excelente coordenação motora e agilidade, coisa que supera até os mais treinados
> Se tem uma coisa que ela não gosta é pessoas que ficam com super proteção com ela
> Uma coisa que ela gosta é que as pessoas sintam medo dela, talvez esse seja um dos grandes motivos para que adote o estilo gótico, mas ela não estrapola os limites, ela usa o medo para sobrepor a pena que as pessoas sentem dela quando a veem fraca e doente


Última edição por Black_k em Sex Dez 19, 2008 10:26 pm, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Black_k
Rei Dragão
Rei Dragão
avatar

Número de Mensagens : 461
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )   Qui Dez 18, 2008 6:31 pm

==========================================
Ficha do Treinador :
==========================================
Nome: Ray
Jogador: bitenco
Idade: 10 anos
Sexo: Masculino

Atributos:
Físicos – 2
Sociais – 3
Mentais – 2

Qualidades: Empatia: Tipo Voador, Sorte
Defeitos: Lerdeza: Sempre se Perde, Pobreza.

==========================================
Ficha do Pokemon :
==========================================

Nome: Charmander
Especie: Charmander
Tipo: Fogo
Nível: 5
Treinador: Ray
Personalidade: Carismático

Atributos:
Força – 1
Precisão – 2
Velocidade – 2
Vigor – 2 / + 1
Ataque Especial – 3 / + 1

HP: 6
PP: 9

Habilidades:
- Ember/Brasa ( fogo )
dano = ataque especial
- Tackle/Pancada ( normal )
dano = força

==========================================
BackGround
==========================================
___Nascido em uma família do interior onde possuía 9 irmãos, Ray, como ele gosta de ser chamado, era o casula. Por isso, ele sempre era o que tomava sermões por não estar fazendo nada, por estar sempre perturbando, entre outras coisas de criança.
___Sua família não possuía muito dinheiro, mas com a criação de Pidgey que possuíam e ajuda de todos, eles conseguiam sobreviver a cada dia. Apesar de tudo, a vida era boa. Só que nada dura para sempre. A tão famosa Equipe Rocket roubou as terras para a exploração do lugar. Como era no interior, a natureza e os pokémons sempre viveram em harmonia, junto aos humanos.
___Sem muito que fazer, aquela família estava na rua, mas Rey não podia apenas ficar observando. Ele fora o único a tentar brigar mais com sua força nada podia ser feito. Em uma de suas investidas, Rey foi capturado mais com sua determinação, ele tentou fugir. Na tentativa, Ray para variar, se perde em meio a floresta. Quase dois dias se passam e ele ainda não conseguia se achar. Mas naquela noite, Ray teve uma sorte. Uma pequena chama “aparecia no fundo”. Era um Charmander fraco que também conseguira fugir dos bandidos.
___Com isso, surgiu a grande idéia do pequeno garoto. Afinal, o pai sempre contava histórias de grandes treinadores que apareceram no mundo e conquistaram suas famas e riquezas. Só que não era tão fácil como ele imaginava. Até porque, ele ainda precisaria de um patrocinador para conseguir suas pokebolas e sua pokeagenda, mesmo sem saber para que realmente elas serviam.

Ray :



pokemon:



Última edição por Black_k em Ter Jan 13, 2009 4:44 pm, editado 5 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Black_k
Rei Dragão
Rei Dragão
avatar

Número de Mensagens : 461
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )   Qui Dez 18, 2008 6:33 pm

FICHA DO TREINADOR


Shinji comendo hamburguer

Nome: Shinji Tatsuo
Jogador: Kyoya_Kigai
Idade: 16 anos
Sexo: Masculino

Atributos:
Físicos – 1
Sociais – 3
Mentais – 2

Qualidades:
+ Empenhado (+1);
+ Pokémon Raro (+1);
+ Sorte (+1);
+ Torcida (+1).

Defeitos:
+ Antipatia (Pokémons do tipo pedra) (-1);
+ Fobia (objetos cortantes ou perfurantes próximos a sua vista) (-1);
+ Integridade deficiente (cego do olho esquerdo) (-1).

Histórico:
A história de Shinji Tatsuo seria apenas mais uma entre tantas outras em seu mundo se não fosse pelo pequeno incidente que ocorreu com o jovem quando criança. Em um mundo em que crianças com 10 anos saem em busca de seus sonhos como treinadores pokémons, treinando monstrinhos para batalhas, Shiji se diferenciava dos demais por não compartilhar deste interesse.

Claro que alguém poderia apontar o fato de seus pais não serem grandes apreciadores das criaturinhas como um ponto importante para explicar este desinteresse, uma influência de ótica pacifista, em que os treinadores são vistos como pessoas insensíveis, que expõem seus bichinhos de estimação a perigos e ferimentos pelo simples prazer da vitória. Mas, sinceramente, creio não ser este o caso de Shinji.

Fato é que, quando tinha 6 anos de idade, aproximadamente, o menino fora atacado por um Geodude fêmea estressada que cuidava de seus filhotes, enquanto visitava uma reserva pokémon com os pais. Até hoje não se sabe o motivo do incidente, mas quando a criatura de pedra se deparou com o pequenino Tatsuo seu comportamento mudou. Talvez estivesse receosa pela segurança da prole, talvez só mal-humorada. Mas o que aconteceu foi que a mamãe Geodude avançou irada contra Shinji com um ataque corporal.

A sorte do garoto fora que o guia da excursão estava atento e convocou rapidamente seu Cubone para defender a criança do destempero do pokémon pedra.

Dos males o menor. De um ataque brutal que lhe poderia ter tirado a vida, apenas seu olho esquerdo foi atingido, causando um sério ferimento que ocasionou na disfunção da vista lesada.

Era irracional o pensamento que passou a ser nutrido naquela família quanto aos pokémons do tipo pedra, mas perfeitamente compreensível. Nenhum Tatsuo mais possuía sequer uma criaturinha deste tipo. Todos passaram a desprezá-los, graças àquele fatídico dia, tão importante na vida de Shinji.

Ele mesmo não entendia o porquê de ter sido vítima daquele Geodude, mas sentia nitidamente a dor e a angústia do golpe sofrido, alimentando o receio e a antipatia pela espécie e tipo.

O incômodo da vista inutilizada era menos acentuado que antes, mas um trauma surgiu a fim de ocupar seu lugar, afligindo muitíssimo o rapaz toda vez que algum material perfurante ou cortante passasse próximo as suas vistas.,

Aos 10 anos, Shinji não possuía interesse algum em se tornar um treinador pokémon. Pensava em se dedicar aos estudos, formar-se e seguir os negócios da família em uma firma de construção civil.

Contudo a vida lhe parecia reservar um outro caminho, e este se deu quando um filhote de Vulpix se apropriou do sótão da casa de Shinji para moradia. Sótão este que servia como um ambiente reservado para o garoto relaxar, tocando seu violão ou somente deitando nas almofadas espalhadas pelo chão.


Foi neste encontro em que o desejo de tornar-se um treinador pokémon surgiu pela primeira vez no coração de Shinji, almejando não só as batalhas e as vitórias, mas o conhecimento e a oportunidade de conhecer coisas tão belas quanto aquele filhote de Vulpix que descansava em seu sótão e que após alguma insistência e muitas tentativas, ganhou a confiança do mesmo e o capturou como pokémon inicial.


FICHA DO POKÉMON



Nome: Holy
Espécie: Vulpix
Tipo: Fogo
Nível: 5
Treinador: Shinji Tatsuo
Personalidade: Orgulhosa, vaidosa, leal e carinhosa (com o treinador)

Atributos:
Força – 1
Precisão – 2 / + 1
Velocidade – 3
Vigor – 2
Ataque Especial – 2 / + 1

HP: ( pontos de vida ) – 6
PP: ( pontos de poder ) – 9

Habilidades:
- Ember/Brasa ( fogo )
dano = ataque especial
- tackle/pancada ( normal )
dano = força


Última edição por Black_k em Sex Dez 19, 2008 10:29 pm, editado 4 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Black_k
Rei Dragão
Rei Dragão
avatar

Número de Mensagens : 461
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )   Qui Dez 25, 2008 9:41 pm



Nome: Oliver
Jogador: Hitoshura
Idade: 10 anos
Sexo: Masculino

Atributos:
Físicos – O
Sociais – O
Mentais – OOOO
Qualidades: Intelecto Alto, Pokemon Raro, Boa Fama, Empenhado
Defeitos: Integridade Deficiente (Óculos), Fobia (Meios de Transporte), Insano (Ganancioso)

Background:

_____Oliver nasceu em Cerulean, seu pai, um engenheiro famoso chamado Jonas, estudou, desde quando ele se lembra, os Pokémons elétricos no Power Plant, uma usina elétrica próxima de onde sempre moraram, na verdade ele fazia a manutenção do local, mas era apenas um motivo para ir até lá estudar todos os tipos de pokemons que apareciam por lá, especialmente Elekids, Magnemites, Voltorbs, e até alguns Mareeps. Sua mãe, Marilith, é uma coordenadora Pokemon, uma das mais famosas de Johto, infelizmente Oliver nunca valorizou muito isso, e ela sempre viajou bastante.
_____Graças á seu pai, desde pequeno ele conviveu com pokemons, a maioria terrestres (para proteger seu pai) ou elétricos, frutos de seus estudos e projetos, interagindo com os mesmos diariamente, entretanto ele nunca foi daquelas pessoas que se preocupa com os mesmos em demasia, gostava era de embates, conhecer todos eles e saber seus pontos fracos, vantagens e desvantagens, afinidades, emfim, toda a mecânica dos fatos, e desde cedo sempre cultuou uma vontade enorme de se tornar um mestre e especialista Pokémon, daqueles que sabem tudo e por isso são bons no que fazem.
_____Graças á esse pequeno sonho, sempre pegava as pokebolas de seu pai escondido e ficava treinando, batalhando contra outros pokemons selvagens, seu pai trabalhava o dia todo, sua mãe quase nunca ficava em casa, não haviam limites para ele exceto os que os próprios pokemons que ficavam com ele lhe estabeleciam, especialmente a Nidoqueen de seu pai, que adora dar uma de “segunda mãe” com ele.
_____Quando completou seus 6 anos convenceu seu pai a permitir-lhe acesso á academia Pokémon, não ia demorar muito para ele começar a se destacar, com um intelecto bem acima do normal suas notas eram sempre as maiores possíveis, seus duelos eram sempre os mais épicos e interessantes, mas foi quando ele completou seus 8 anos de idade que muito em sua vida iria mudar, voltou para casa, de férias.
_____Estava determinado, iria pegar seu primeiro Pokémon naquelas férias! Havia pego furtivamente poke-bolas vazias na academia, tinha os pokemons de seu pai, o que mais poderia lhe faltar? Numa noite que seu pai havia estudado até tarde a explosão dos voltorbs e desmaiou com um impacto muito forte, ele pegou suas pokebolas e saiu na surdina, foi em direção á Power Plant, lá ele implorou para o graveller de seu pai que lhe ajudasse, acabou convencendo-o depois de chantagear-lhe contando um segredo bobo dele. Passaram a noite toda lá, ele procurava algum Pokémon forte, um que fosse digno de adquirir, mas só achava elekids patéticos, voltorbs que rolavam correndo e até um magnéton que caiu com um ataque... Ele já estava ficando desanimado quando viu uma cena bizarra, um Magnemite roubava boa parte da eletricidade do Power Plant, em seguida juntava faíscas no ar e criava fogo, não queimava nada pois não havia nada pra queimar, mas ele parecia se divertir horrores com aquilo.
_____Os olhos de Oliver começaram a brilhar, que Pokémon fantástico, não mencionando que magnemites sempre foram muito bons em resistências, e aquele conseguira superar uma de suas fraquezas, era aquele, era ele o Pokémon que queria para si, desafiou-o para batalha e enviou o Graveller para atacá-lo, mas ele era ágil, e estava bem eletrizado, foi uma batalha longa que exigiu muito da cabeça do garoto, mas depois de uma tática “areia nos olhos rollout” acabou nocauteando-o, e capturando-o.
_____Voltou para casa com o coitado do Graveller exausto, e quando chegou, lá estava seu pai lhe esperando com uma cara enorme de “SEU IRRESPONSÁVEL? O QUE FAZIA FORA DE CASA? VOCE SABE O QUANTO ME PREOCUPOU? BLABLABLABLABLA”, mas quando lhe viu com um sorriso bobo no rosto mostrando uma pokebola ocupada, acabou esquecendo tudo e dando-lhe os parabéns, comemorariam a noite toda, Jonas conhecia seu filho o suficiente para saber que palavra nenhuma colocaria juízo em sua cabeça, restava incentivar seu sonho, e proibir que ele nunca mais usasse o coitado do Graveller.
_____Voltaria para a academia com o fim das férias, e se formaria aos 10 anos, algo que muitos invejariam conseguir em sua idade, era o início de sua jornada, de sua grande aventura. Entretanto havia feito amigos na academia, especialmente um grande amigo chamado Jules, um garoto um tanto mais velho que ele com um sonho de se tornar o maior criador Pokémon, acabaram partindo juntos na jornada, não só eles, seu Magnemite sempre fica fora da Pokebola, de preferência em apoiado nele, visto que é preguiçoso o suficiente para não levitar, os dois anos de convivência fizeram com que se tornassem bons companheiros e amigos, algo que Oliver espera que dê frutos em breve... Outros contatos importantes que fizera fora o Professor Carvalho, e muitos professores da academia, além de Kenny, sua pequena rival criadora de Pokemons planta e August, um grande amigo de seu pai e estudante de pokemons raros, especialmente Clefairys, Lunatones e Solrocks.

Personalidade:

- Embora Tenha uma excelente fama, é calculista, um tanto frio e insensível, ao menos quando referente á pessoas, entretanto, tem um coração mais aberto quanto aos pokemons.
- Mal perdedor, odeia cogitar o fato de que seus pokemons estão fracos, e quando isso lhe vem em mente treina e estuda feito um louco.
- Não tem preferência por pokemons, mas há dois que ele com certeza cedo ou tarde terá em seu grupo, visto que os adora, um é Gyarados, o outro, uma Blissey.
- Tem medo de trovões (Naturais), certo receio de Beedrills, pavor por agulhas de injeção ou objetos pontudos.
- Odeia hipocrisia, perder, pessoas com visões simplistas, ficar sem dinheiro, ser cutucado, moralistas e, por fim, dormir muito (Ao seu ver dormir é perda de tempo necessária)
- Não gosta quando seu magnemite sai queimando as coisas e tenta sempre evitar isso, embora quase nunca consiga e quase sempre saia queimado no processo, seus óculos são á prova de fogo por isso.
- Tem o vício de estralar os dedos, o pé, e até o pescoço, ás vezes.
- Ama jogos e produtos eletrônicos em geral.
- Quer sempre ser melhor que os outros, tornar-se rico, poderoso, e nunca se cansa de tentar melhorar nem fica satisfeito com seus resultados.
- Odeia andar em meios de transporte como carros, ônibos, jatos, aviões e etc, mecânicos em geral, mas tolera Bicicletas e pokemons, amaria poder voar sobre um Gyarados mundo afora.

Características Físicas:

- Não cresceu muito, e seus 1m e 30 cm denunciam isso, talvez o fato de ser uma criança de 10 anos colabore um pouco, mas ele odeia ser chamado de baixinho ou o fato de ser.
- Olhos negros, cabelos marrons, lisos e um tanto longos, embora não muito, utiliza uma roupa um tanto exótica, com direito a capa e tudo, sempre anda com seus óculos, SEMPRE.

Pertences:

- Mochila com vários bolsos e compartimentos.
- Óculos sempre em rosto, e um reserva dentro da bolsa, e outro reserva dentro do bolso.
- Bugingangas, desde transistores até pente.
- Acessórios Básicos
- Um enorme e pesado livro intitulado “Enciclopédia Pokemon”
- Um caderno de Anotações
- 1 Porção
- 100 PO

Ficha do Pokemon:

Nome: Spark
Especie: Magnemite
Tipo: Elético/Metálico
Nível: 5
Treinador: Oliver
Personalidade: Um tanto Preguiçoso, de certa forma caótico, adora queimar as coisas, embora saiba seus limites, odeia ficar dentro de sua pokebola e adora eletricidade, especialmente roubar a de algum lugar.

Atributos:
Força – O
Precisão – OO / O
Velocidade – O
Vigor – OO / O
Ataque Especial – OOOO

HP: 9
PP: 6

Habilidades: Metal Sound, Tackle, Flamethrower

Característica Especial: Resistência á Fogo, Imune a OHKO, Prende pokemons metálicos no campo de batalha, Levita.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Black_k
Rei Dragão
Rei Dragão
avatar

Número de Mensagens : 461
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )   Qui Jan 08, 2009 12:28 pm



Nome: Karin Shizuo
Jogador: Silence
Idade:14
Sexo:F
Atributos:
Físicos OO
Sociais OOO
Mentais OO

Qualidades:
• Sorte
• Empenhado
• Pokemon Raro

Defeitos:

• Lerdeza: (vive no mundo dos sonhos)
•Antipatia de tipo especifico: Inseto
• Fobia: Pokemon tipo inseto

Personalidade: Karin é uma garota simpatica e sorridente, que porém... vive no "seu mundo" . Quase sempre ela não presta atenção ao seu redor e é extremamente desleixada.É uma pessoa que quase sempre é gentil e raramente se irrita e quando se irrita é algo que passa rapido.Não é incomum vê-la andando mal produzida por ai , e quase nunca troca de roupa , vive sempre com o mesmo vestido.Sempre disposta a ajudar o proximo , é uma pessoa muito facil de se relacionar e tem um grande espirito sonhador.

História: Karin nasceu em uma pequena vila ao redor de algum lugar ( sempre se perguntam se aquela vila realmente tinha um nome...) . E quando criança sempre gostou de correr por ai com uma bolsinha escolar nas costas achando que era um super-heroi ou algo assim ,a bolsinha era "a capa". Como nunca conheceu seus pais , a garota viveu a vida toda com a avó ,que era uma mulher muito humilde,que trabalhava com flores.
Desde pequena Karin vive com um pirulito na boca ,e dormindo pelos cantos .Quase nunca ela respondia corretamente a pergunta de um professor ( talvez por não ouvir a pergunta inteira SEMPRE) ,e sempre dizendo "minha avó sempre diz que ..." "minha avó sempre diz que .." tomando os ensinamentos da avó como uma filosofia de vida.

Aos dez anos , a garota começa a ser judiada por colegas de escola , já que quase nunca fazia nada contra e não levava muito em questão o que elas diziam . Mesmo com os problemas de sua vida , a garota sempre vivia bem , até que sua avó um dia ,se adoenta por problemas pulmonares. E Karin finalmente vê que a vida é algo que ninguem controla ,e que seus sonhos nunca tirariam sua avó de tal situação.
Determinada, Karin assume os negocios da avó , plantando e colhendo as flores.E estudando mais tarde , sem deixar de sempre estar sorridente e boba.

Ao completar 13 anos, a avó da garota falece ,deixando para ela , um endereço de um antigo amigo dela . Karin vai a procura desse endereço e descobre que é um criador Pokemon muito famoso, nada que ela realmente não esperasse ... esse homem então dá a Karin um diario, que sua avó guardava quando jovem.

Após ler o diário ,a garota vê que deseja algo muito maior, desejava seguir seu sonho de ser uma heroina e ajudar todos , e em algum momento perguntando ao criador pokemon ...ele dá uma idéia de como fazer isso...

"Seja uma treinadora pokemon Karin ,eu tenho um muito diferente aqui...acho que daria um otimo companheiro para suas aventuras"

Karin se espanta ao ver o pequeno e fofo Pokemon que ganhara agora ,era um Eeve . Bastante comum por sinal , amigável e companheiro .Karin se inicia como treinadora mundo aforá ao seu aniversário de 14 anos . Fechando a loja de flores ,e deixando aos cuidados do criador pokemon que conhecera...



Ficha do Pokemon :


Nome:Kyo
Especie:Eeve
Tipo: Normal (neutro)
Nível:5
Treinador:Karin
Personalidade:
>Carinhoso e preguiçoso
> Dorminhoco

>Odeia lutar e arranjar problemas

>Pacifico

Atributos:
Força – O
Precisão – OO
Velocidade – OOO/ O
Vigor – OO / O
Ataque Especial – OO

HP: 6 + 3
PP: 6

Habilidades:
- Tackle/Pancada ( normal )
dano = força
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Black_k
Rei Dragão
Rei Dragão
avatar

Número de Mensagens : 461
Data de inscrição : 08/12/2008

MensagemAssunto: Re: Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )   Seg Jan 26, 2009 12:47 pm

Nome: Inui Takumi
Jogador: Kurenai Otoya
Idade: 16
Sexo: Masculino
Atributos:
Físicos – o o
Sociais – o o o
Mentais – o o
Qualidades:
Defeitos:



Ficha do Pokemon :

Nome: SandShew ( Slash )
Especie: Tatu bola
Tipo: Terra
Nível: 5
Treinador: Takumi
Personalidade: Enérgico do tipo que gosta de emoção, gosta também de cavar buracos

Atributos:
Força – O O
Precisão – O O
Velocidade – O O O
Vigor – O O
Ataque Especial – O

HP: ( 6 )
PP: ( 3 )

Historia:
Takumi é o típico garoto rebelde, sua principal arma são os seus cigarros de menta e sua maneira de ser descontraído e despreocupado.

Takumi desde criança nunca gostou das regras e nem se deu bem com elas, fora expulso de varias escolas e começou a se rebelar por qualquer coisa, podia ate ser legal com os outros, mais o simples fato de existir uma regra chata era motivo para fazer mal criação,
Ao crescer e se tornar um adolescente formado ele começou a pensar em ter um pokemon e não durou muito tempo para ir atrás de um responsável do laboratório, havia apenas um pokemon lá um Tatu com jeito de malcriado, dito e feito foi amizade à primeira conversa, apesar de não entender nada do que o bicho falava os dois logo saíram da cidade de mala e cuia e começaram a andar por ai, a questão era, o que os treinadores pokemons fazem mesmo?
O professor alguma coisa disse que era legal, pra ficar mais adulto e pare de fumar ... bah ...

E começou a vida do jovem Takumi com seus cigarros e seu companheiro Slash

Itens carregados
Cigarros mentolados e normais, bolsa com roupas 100 yens 1 potion
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Treinadores e Pokemons ( Fichas de personagens )
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Fichas de Personagens
» Fichas de personagens
» Arquivo - Fichas De Personagens
» FICHAS DE PERSONAGENS
» Fichas dos Personagens e BGs

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Lizard's Lair RPG :: Play By Forum :: PBFs :: Pokémon-
Ir para: